CheGOu a hora de decolar!

“Mas os que esperam no SENHOR renovarão as forças, subirão com asas como águias; correrão, e não se cansarão; caminharão, e não se fatigarão” (Isaías 40:31).

 

Decolar - Verbo intransitivo

1 AERON Levantar voo (aeronave); descolar.

  1. AERONÁUTICA - iniciar (a aeronave) o voo; levantar, alçar voo.

  2. FIGURADO (SENTIDO)•FIGURADAMENTE - ser lançado; ganhar destaque; ascender.

 

Deus tem um lugar para nós! E não é aqui!

  1. Conhecendo o destino

Vivemos um tempo em que as pessoas não sabem aonde querem chegar e por isso qualquer caminho serve! Quem não dirige a sua vida é dirigido por alguém. O maior risco de seguirmos alguém é que de fato nunca saberemos o que está dentro do coração desta pessoa! Quais sentimentos estão dirigindo as suas escolhas, a quem ela está servindo!

É necessário ter a consciência que não depende exclusivamente de Deus o fato de alguém “decolar” na vida cristã. Quando me refiro a “decolar” não significa as experiências sobrenaturais que algumas pessoas têm, mas a vida plena que Jesus menciona em João 10:10.

“O ladrão só vem para roubar, matar e destruir; mas eu vim para que as ovelhas tenham vida, a vida completa” (João 10:10 NTLH).

Mais do que Deus querer que eu viva esta vida plena, eu preciso querer! Isto implica em uma postura e uma disposição da minha parte. É impossível experimentar resultados diferentes, fazendo coisas iguais! Esta é a melhor definição de insanidade.

Para decolar eu preciso descolar! 

Na aviação temos alguns pré-requisitos / requisitos mínimos para alçar voo:

  1. Conhecendo o manual

Ele fornece todas as informações necessárias para a operação adequada da aeronave. Esses manuais sempre são divididos em seções, sendo cada uma com um enfoque diferente.

Assim como um piloto, por mais experiente que seja, precisa conhecer e confiar no manual de aeronave, também precisamos conhecer o plano que Deus tem para nós. Muitos jovens e adolescentes hoje estão equivocados quanto a pensarem saber o que Deus tem para eles, e outros nem mesmo consideram os planos de Deus para sua vida! O que você está fazendo aqui? O que você está planejando? O que você tem considerado em suas escolhas? Você sabia que você se torna servo de suas escolhas? 

“Porque os meus pensamentos não são os pensamentos de vocês, e os caminhos de vocês não são os meus caminhos”, diz o Senhor. Porque, assim como os céus são mais altos do que a Terra, assim os meus caminhos são mais altos do que os seus caminhos, e os meus pensamentos são mais altos do que os pensamentos de vocês” (Isaías 55:8-10).

Quando falamos do manual, falamos da Bíblia! Você conhece a Bíblia? Ou melhor você considera e obedece os Princípios e orientações Bíblicas?

“Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça, a fim de que o servo de Deus seja perfeito e perfeitamente habilitado para toda boa obra” (2 Timóteo 3:16-17).

  1. Check List

Para se ter um voo mais seguro e com menos imprevistos, é ideal fazer uma série de checklists. Isso deve ser feito pois, como são “listas de verificação”, ajudam o piloto a sempre estar ciente da situação da aeronave. Além disso, existem dezenas de listas diferentes, que devem ser feitas antes, depois e durante diversas fases do voo. Por exemplo, há checklist pré-vôo, antes da decolagem, de subida, de cruzeiro, de pouso, após o pouso, entre outros. Portanto, fazer listas de verificação completas e de maneira correta ajuda a evitar acidentes e garante maior eficiência. Inclusive, a falta ou ineficácia dos checklists estão entre os fatores causadores de diversos acidentes aéreos.

Na vida espiritual, o tempo de oração em que estamos na presença de Deus nos ajuda a fazer estes “checklists” e saber como estamos:

Jesus ensinando sobre a oração menciona as áreas em que no nosso relacionamento com Deus precisamos estar em dia:

“Mas, ao orar, entre no seu quarto e, fechada a porta, ore ao seu Pai, que está em secreto. E o seu Pai, que vê em secreto, lhe dará a recompensa. E, orando, não usem vãs repetições, como os gentios; porque eles pensam que por muito falar serão ouvidos. Não sejam, portanto, como eles; porque o Pai de vocês sabe o que vocês precisam, antes mesmo de lhe pedirem. ' — Portanto, orem assim: ‘Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o teu nome; venha o teu Reino; seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu; o pão nosso de cada dia nos dá hoje; e perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós também perdoamos aos nossos devedores; e não nos deixes cair em tentação; mas livra-nos do mal [pois teu é o Reino, o poder e a glória para sempre. Amém]!’ — Porque, se perdoarem aos outros as ofensas deles, também o Pai de vocês, que está no céu, perdoará vocês; se, porém, não perdoarem aos outros as ofensas deles, também o Pai de vocês não perdoará as ofensas de vocês” (Mateus 6:6-15).

  • Adoração – Reconhecimento que Ele é o nosso Abba e é Santo.

  • Entrega – Reconhecimento que Ele é Rei e Senhor.

  • Dependência – Reconhecimento que Ele nos provê.

  • Arrependimento – Reconhecimento que Ele é o nosso Remidor, Resgatador.

  • Perdão – Reconhecimento que eu sou pecador, humildade, quebrantamento.

  • Insuficiência – Reconhecimento que Ele me protege.

  1. Vencendo a inércia!

Para colocar um avião no ar é imprescindível vencer a inércia!

A inércia é a força de resistência que precisa ser vencida. Assim como no mundo físico, existe também uma inércia espiritual. Na vida espiritual, temos uma luta que é constante e precisamos de disciplina e rotina, não tem como vivermos uma vida plena apenas vivendo de palavras de domingos.  Você pode ter experiências, mas isto não é o suficiente. O que nos tira da inércia é a escolha, o compromisso de manter o voto que fizemos.

Precisamos reprogramar, quando um programa não funciona direito a gente diz que tem um bug, na nossa vida também é assim, fomos criados à imagem de Deus, mas o pecado afetou a nossa programação. Precisamos mudar esta programação, renovando a nossa mente! 

“Portanto, irmãos, pelas misericórdias de Deus, peço que ofereçam o seu corpo como sacrifício vivo, santo e agradável a Deus. Este é o culto racional de vocês. E não vivam conforme os padrões deste mundo, mas deixem que Deus os transforme pela renovação da mente, para que possam experimentar qual é a boa, agradável e perfeita vontade de Deus” (Romanos 12:1-2).

  1. Mantendo o Combustível

Precisamos de combustível para tirar uma aeronave no chão, tanto mais combustível mais alto e mais longo será o voo e menor a resistência do ar. Quando falamos de combustível na vida espiritual falamos do Espírito Santo, somente Ele pode nos dar a capacidade de nos tornar um discípulo. 

“Portanto, prestem atenção na sua maneira de viver. Não vivam como os ignorantes, mas como os sábios. Os dias em que vivemos são maus; por isso aproveitem bem todas as oportunidades que vocês têm. Não ajam como pessoas sem juízo, mas procurem entender o que o Senhor quer que vocês façam. Não se embriaguem, pois a bebida levará vocês à desgraça; mas encham-se do Espírito de Deus. Animem uns aos outros com salmos, hinos e canções espirituais. Cantem, de todo o coração, hinos e salmos ao Senhor. Em nome do nosso Senhor Jesus Cristo, agradeçam sempre todas as coisas a Deus, o Pai” (Efésios 5:15-20 / João 15:26-27 João 16:8,13-15).

Encher-se do Espírito, não é um alívio dominical, uma libertação que acontece a cada novo retiro, um show que participamos. Encher-se do Espírito faz parte do processo de santificação. 

“Procurem viver em paz com todos e busquem a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor” (Hebreus 12:14).

O autor aos Hebreus descreve um contexto de muitas Testemunhas que venceram pela fé, por crerem na Promessa e na Palavra de Deus e mais do que isso nos incentiva a nos livrarmos de “TODO PESO E DO PECADO QUE TÃO FIRMEMENTE SE APEGA A NÓS E CORRAMOS COM PERSEVERANÇA A CARREIRA QUE NOS ESTÁ PROPOSTA, OLHANDO FIRMEMENTE PARA O AUTOR E CONSUMADOR DA FÉ, JESUS...”.

  1. Qual é a sua aeronave?

Por último, e não menos importante, qual é a aeronave que você vai pilotar? 

A escolha da aeronave vai determinar a quantidade de pessoas que irão com você. A Bíblia relata que Noé foi um homem que chamou a atenção de Deus pela forma como vivia, diferente de todos os outros homens na face da terra! Noé podia não ter carisma, mas tinha caráter, retidão e santidade e ele escolheu obedecer a Deus e construir uma arca.

Hoje não é diferente Jesus falou que os últimos dias seriam como dias de Noé e temos uma Missão: Evangelizar!

Porque: “Todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo.” Como, porém, invocarão aquele em quem não creram? E como crerão naquele de quem nada ouviram? E como ouvirão, se não há quem pregue? E como pregarão, se não forem enviados? Como está escrito: “Quão formosos são os pés dos que anunciam coisas boas!” (Romanos 10:13-15)

  1. Conclusão

O que determina as nossas escolhas não é o ambiente, mas é o que ou a quem amamos. 

“Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou irá odiar um e amar o outro, ou irá se dedicar a um e desprezar o outro. Vocês não podem servir a Deus e às riquezas” (Mateus 6:24).

“A pessoa que aceita e obedece aos meus mandamentos prova que me ama. E a pessoa que me ama será amada pelo meu Pai, e eu também a amarei e lhe mostrarei quem sou” (João 14:21).

Não tem como experimentar a vida plena, praticando as mesmas coisas do passado, admitindo pecados, embaraços, tolerando carnalidades, embriagando-se em prazeres deste mundo. 

“Depois, Elias se aproximou de todo o povo e disse: — Até quando vocês ficarão pulando de um lado para outro? Se o Senhor é Deus, sigam-no; se é Baal, sigam-no. Porém o povo não disse uma só palavra” (1 Reis 18:21).

Podemos até achar que vivendo assim estaremos sozinhos, mas é o contrário, quando decidimos ser verdadeiramente discípulos atraímos não apenas a presença de Deus, mas também muitos outros que serão atraídos pela presença de Deus em nós.

Baixe a
apresentação