Espere

Texto: Atos 1:1-11

Depois de ressuscitar, Jesus ficou ainda com Seus discípulos durante quarenta dias falando-lhes acerca do Reino de Deus (v.3). Ele relacionou os acontecimentos recentes com o que estava profetizado no AT, clareando o entendimento deles - “... Era necessário que se cumprisse tudo o que a meu respeito está escrito na Lei de Moisés, nos Profetas e nos Salmos. Então lhes abriu o entendimento, para que pudessem compreender as Escrituras…” (Lucas 24:44-45). 

Faltavam dez dias para o Pentecostes. Jesus orientou-os a esperar para que recebessem a promessa do Pai antes de se lançarem à missão. Certamente os discípulos estavam muito empolgados para compartilhar as experiências extraordinárias que tiveram, contar tudo o que viram e ouviram e realizar as mesmas obras que Jesus realizou! Mas Jesus disse: “... Esperem… Pois João batizou com água, mas dentro de poucos dias vocês serão batizados com o Espírito Santo” (vs 4-5). A palavra “batismo” significa “mergulho”, “imersão”. Portanto, ser batizado com o Espírito Santo é ser mergulhado nEle, o que significa ser dominado por Ele.  

 

Receba o poder

Por que Jesus recomendou esperar? Naquele tempo eles deveriam, sim, esperar os dez dias, porém, hoje não se trata, de uma espera passiva até que algo aconteça semelhante ao que se viu no Pentecoste. Trata-se de depender dEle, de esperar pelo comando do Espírito. Por natureza somos afoitos e nos precipitamos em fazer as coisas quando nossas emoções estão alteradas. O que precisamos é esperar pelo comando do Espírito e não sair por aí fazendo o que é de Deus sem direção de Deus!  

É pelo Espírito que somos empoderados para realizar a missão dada por Jesus. Ele disse: “Mas receberão poder quando o Espírito Santo descer sobre vocês, e serão minhas testemunhas…” (v.8). Esse “poder” é “dunamis”, no grego, a mesma raiz da palavra “dinamite”. É uma força explosiva, que produz grande impacto na vida das pessoas! Hoje em dia a igreja absorveu um evangelho intelectualizado, fortemente influenciado pela psicologia moderna. Paulo diz aos coríntios: “Minha mensagem e minha pregação não consistiram de palavras persuasivas de sabedoria, mas consistiram de demonstração do poder do Espírito, para que a fé de vocês não se baseasse na sabedoria humana, mas no poder de Deus” (I Coríntios 2:4-5).  

 

Dependa

Todos nós corremos o risco de cair no ativismo desenfreado e na correria da empolgação. A Bíblia diz: “Assim diz o Senhor: ‘Maldito é o homem que confia nos homens, que faz da humanidade mortal a sua força, mas cujo coração se afasta do Senhor’” (Jeremias 17:5). Fazer da humanidade mortal a sua força é confiar em si mesmo, na sua capacidade, intelectualidade, retórica…; não será abençoado, pelo contrário, estará debaixo de maldição.

Esperar é o mesmo que confiar ou depender. Esta é uma postura difícil, especialmente no imediatismo do mundo moderno. À medida em que a tecnologia avança nosso tempo de oração para se encharcar do Espírito vai ficando mais curto. Os muitos recursos e facilidades da vida moderna criaram uma dependência exagerada de estruturas e artifícios humanos, provocando uma sutil e falsa ideia de que não é assim tão necessário depender do Espírito Santo. 

 

Encha-se

Paulo diz: “Não se embriaguem com vinho, que leva à libertinagem, mas deixem-se encher pelo Espírito” (Efésios 5:18). O vinho tira a sobriedade, a sensatez, a centralidade. Pode muito bem representar a cobiça da carne (autossuficiência), que intoxica e entorpece a alma com o que o mundo oferece. O Espírito é o poder de Deus em nós. É preciso substituir o vinho pelo Espírito, e embriagar-se dEle!

Ser movido pelo Espírito é um grande desafio. É muito mais fácil sermos movidos por regras e leis. Mas Deus quer que sejamos autônomos, que saibamos andar com as próprias pernas. Não se trata de independência e arrogância, mas de depender mais do Espírito Santo e não de coisas e pessoas. Deus está falando forte neste dias que é tempo de buscar o Espírito e se encher dEle. 

A Bíblia diz: “Mas aqueles que esperam no Senhor renovam as suas forças. Voam alto como águias; correm e não ficam exaustos, andam e não se cansam” (Isaías 40:31). Os que dependem de Deus não se cansam. Tudo o que fazem é com prazer e alegria, sem peso, pois conseguem ver as coisas do alto, como águias, acima das circunstâncias, sejam elas fáceis ou difíceis!

Baixe a
apresentação