Identidade no discipulado

Todos nós podemos nos inspirar em alguém e isso pode acontecer de maneira involuntária ou não. Nosso cérebro copia o que vê desde quando éramos criancinhas, a própria ciência argumenta quanto essa capacidade humana. Existem vários estudos sobre neurônios espelho, a imitação e a empatia. Podemos perceber isso quando olhamos as pessoas e suas ações, aprendemos e sentimos o que vemos nas pessoas. Toda criação de Deus é incrível, mas o ser humano teve a particularidade de ter sido feito pelas próprias mão do criador, além de ter sido feito a sua imagem e semelhança.

Somos chamados para ter relacionamento com Deus, Jesus veio nos salvar e nos convida a andar pelo novo e vivo caminho, a perseverar até o fim para ser salvo. Muitos métodos têm surgido ano após ano, tudo na intenção de edificar os santos, as vezes alguém surge acreditando que encontrou o método perfeito, mas com o passar do tempo algo acontece e as coisas fogem do esperado. Jesus ensinou seu método, o discipulado. 

Discipulado é aprender, ensinar a seguir e obedecer Jesus. Discipulado não é evangelismo, ele é um processo contínuo de aperfeiçoamento a imagem de Cristo baseado no amor. Não quero menosprezar os esforços da Igreja, mas quero valorizar aquilo que Jesus fez, ele amou e andou com as pessoas, teve intimidade, conversava, ensinava, ria, chorava, comia, corrigia, passeava, ajudava e tinha relacionamento pessoal dia a dia através do discipulado. Colossenses 3:12-16 12. Portanto, como povo escolhido de Deus, santo e amado, revistam-se de profunda compaixão, bondade, humildade, mansidão e paciência. 13. Suportem-se uns aos outros e perdoem as queixas que tiverem uns contra os outros. Perdoem como o Senhor lhes perdoou. 14. Acima de tudo, porém, revistam-se do amor, que é o elo perfeito. 15. Que a paz de Cristo seja o juiz em seus corações, visto que vocês foram chamados a viver em paz, como membros de um só corpo. E sejam agradecidos. 16. Habite ricamente em vocês a palavra de Cristo; ensinem e aconselhem-se uns aos outros com toda a sabedoria, e cantem salmos, hinos e cânticos espirituais com gratidão a Deus em seus corações.

Todo aquele que nasceu de novo e faz parte da família de Deus, precisa entender que o Pai quer ver seus filhos crescendo continuamente na maturidade espiritual, ficando cada vez mais parecido com Cristo na forma de pensar e agir visto que ele é o primeiro de muitos irmãos, sendo nosso exemplo. Romanos 8:29 Pois aqueles que de antemão conheceu, também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos. Todo irmão mais velho torna-se corresponsável pelos irmãos mais novos, eles auxiliam seus pais na criação dos irmãozinhos. Eles são mais maduros e fortes, entendem o que os mais novos ainda não entendem e até mesmo por isso os pais confiam mais e tem expectativa maior em sua obediência e colaboração. O discipulado vai confrontar nossas atitudes com a palavra, para que possamos ver o que não conseguimos ver no momento e que nos impede de viver os propósitos de Deus. Provérbios 27:17 Assim como o ferro afia o ferro, o homem afia o seu companheiro. 

 

Aprendendo Discipulado com Cristo

 

1. Todos podem andar em discipulado - João 6:37. Todo o que o Pai me der virá a mim, e quem vier a mim eu jamais rejeitarei. 38. Pois desci do céu, não para fazer a minha vontade, mas para fazer a vontade daquele que me enviou. 39. E esta é a vontade daquele que me enviou: que eu não perca nenhum dos que ele me deu, mas os ressuscite no último dia.

 

2. Como fazer discipulado - Mateus 28:19. Portanto, vão e façam discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, 20. ensinando-os a obedecer a tudo o que eu lhes ordenei. E eu estarei sempre com vocês, até o fim dos tempos".

 

3. É um relacionamento de humildade - João 13:4. assim, levantou-se da mesa, tirou sua capa e colocou uma toalha em volta da cintura. 5. Depois disso, derramou água numa bacia e começou a lavar os pés dos seus discípulos, enxugando-os com a toalha que estava em sua cintura. 6. Chegou-se a Simão Pedro, que lhe disse: "Senhor, vais lavar os meus pés? " 7. Respondeu Jesus: "Você não compreende agora o que estou lhe fazendo; mais tarde, porém, entenderá". 8. Disse Pedro: "Não; nunca lavarás os meus pés". Jesus respondeu: "Se eu não os lavar, você não terá parte comigo".

 

4. As pessoas são livres - João 6:66 Daquela hora em diante, muitos dos seus discípulos voltaram atrás e deixaram de segui-lo. 67 Jesus perguntou aos Doze: "Vocês também não querem ir? "

 

Cristo discipulou todos que o pai enviou, todos os que se aproximaram dele tiveram discipulado, inclusive Judas. Infelizmente nem ser o melhor discipulador foi o suficiente para que as pessoas permanecessem, precisamos estar cientes que alguns ficaram pelo caminho e até nos trairão. O discipulado precisa ser contínuo, em tempo e em fora de tempo, envolto de um ambiente de humildade e que tenha o objetivo de nos ajudar a obedecer a Cristo, sendo ferramenta da edificação da Igreja. Que possamos viver esse estilo de vida em nosso meio, na profundidade que Cristo viveu com seus discípulos. 

 


Assista o culto completo

https://www.youtube.com/watch?v=uM1NSnLdJuc

Baixe a
apresentação