Por que a Fidelidade é importante?

1. É a principal qualificação de todo servo. Não é a quantidade de dons que uma pessoa possui que a qualifica para o ministério, mas sim se ela é fiel e leal. As fiéis e leais são as mais bem qualificadas para servirem. Muitos pensam que uma pessoa amável ou com boa oratória poderia ser um bom líder ou pastor, mas a Bíblia ensina que o requisito principal para servir é a fidelidade - “O que se requer destes encarregados é que sejam fiéis” (I Coríntios 4:2).

 

2. Para lutar contra as forças internas. O diabo é um especialista em destruir a igreja, trabalhando no lado de dentro dela. Se andamos em obediência a Deus, no entanto, ele terá pouca oportunidade de lutar contra nós do lado de fora. Jesus disse que embora o inimigo se aproximasse dele, não tinha fundamento para destruí-lo (João 14:30). Quando ele não tem base para nos vencer, tem que usar alguém do lado de dentro da igreja. Satanás coloca seus agentes e colaboradores do lado de dentro. São as pessoas desleais, hipócritas (de duas caras), incoerentes, descontentes, que estão dentro dos ministérios. Se estas pessoas tiverem liberdade para avançar em seu intento maligno, podem arruinar tudo, destruindo a igreja.

A pessoa desleal está ao lado dos líderes, mas não confia neles. Ela vive murmurando, e a sua casa é o local de encontro dos descontentes, que se reúnem para criticar e falar mal da igreja e dos líderes. Tais pessoas não podem ficar em nosso meio -  “Quando se manda embora o zombador, a briga acaba; cessam as contendas e os insultos” (Provérbios 22:10). A presença de uma pessoa assim é destrutiva, porque ela semeia contenda, ódio e murmuração (Provérbios 6:16-19). Jesus disse: “Aquele que não está comigo, está contra mim…” (Mateus 12:30). Não podemos permitir que uma pessoa fique entre nós se o seu coração não estiver conosco. Ela precisa sair para que nós, os que amamos e confiamos uns nos outros, possamos permanecer juntos e prosseguir.

 

3. Para o amor de Deus encher a igreja. O ministério deve operar com o poder do amor, da unidade e do trabalho em equipe - “Com isso todos saberão que vocês são meus discípulos, se vocês se amarem uns aos outros” (João 13:35)

As pessoas são atraídas pelo amor. Quando vêem os líderes andando no verdadeiro amor, elas se aproximam confiantes. Ovelhas só bebem em águas tranquilas (Salmos 23:2). Se a água for turva e agitada, as ovelhas permanecerão longe. Toda vez que houver deslealdade e desconfiança, os membros da igreja ficarão atemorizados e alertas, e permanecerão distantes. 

 

4. Para ter uma equipe de êxito. Um homem pode fazer um pouco. Um pastor só pode estar em um lugar por vez. Por causa disso precisamos aprender a trabalhar com muitas pessoas, em equipe. É melhor trabalhar sozinho do que com pessoas desleais, descontentes, desunidas e sem amor (II Timóteo 2:2). 

 

5. Para que não haja divisão (I Coríntios 12:25). A unidade só é possível por meio da fidelidade. Sem ela toda a rede de células se dirige para a desintegração. A deslealdade é o principal motivo das inúmeras pseudo igrejas que se formam a cada dia! Elas estão fundamentadas na soberba, e jamais poderão prosperar, porque Deus resiste aos soberbos (Tiago 4:6).

 

6. Para que o ministério seja duradouro. Jesus ministrou apenas três anos e meio, mas Ele estendeu Seu ministério e Sua influência por meio de uma equipe leal e eficaz. A igreja não pode depender de um líder somente. Ela não pode ser construída em torno de uma pessoa. Um movimento personalista se acaba depois que o líder morre, ou o abandona. Precisamos construir uma equipe de sucessores leais (João 14:12).

 

7. Para colher nossa plena recompensa. Somente os fiéis e leais são abençoados. Todos nós esperamos ouvir um dia as palavras: “Muito bem, servo bom e fiel!” (Mateus 25:21). Os que permanecem nos tempos difíceis são diferentes daqueles que chegam quando tudo está indo bem. Jesus disse que os Seus doze discípulos herdariam o Reino, e justificou o motivo: eles foram leais a Ele durante a parte mais difícil de Seu ministério - “Vocês são os que têm permanecido ao meu lado durante as minhas provações. E eu lhes designo um Reino, assim como meu Pai o designou a mim” (Lucas 22:28-29).

A lealdade é mais apreciada nos momentos difíceis. Nos momentos bons todos parecem leais. Os que permanecem com seu líder, mesmo quando ele comete algum erro (porque é imperfeito), são diferentes, por isso tem uma recompensa especial!


 

Assista o culto completo

https://www.youtube.com/watch?v=Q5CcmQboJxY

Baixe a
apresentação