Receba

Texto: Atos 2:14-21

Pedro, ao explicar o que estava acontecendo na ocasião em que o Espírito Santo fora derramado, deixou claro aos ouvintes que aquele dom sobrenatural era para todos - filhos, filhas, jovens, velhos, servos e servas… Mais adiante Pedro afirma: "Pois a promessa é para vocês, para os seus filhos e para todos os que estão longe, para todos quantos o Senhor, o nosso Deus, chamar" (Atos 2:39). Não seria mais como na Velha Aliança, quando poucos O recebiam. A Nova Aliança contempla todos os seres humanos, cada criatura do Criador! Se no passado maravilhas extraordinárias aconteceram quando o Espírito enchia alguns poucos, que grande revolução estava para ser deflagrada, quando multidões seriam cheias da presença do próprio Deus e do caráter do Messias! 

 

Creia

O Espírito Santo é um dom (dádiva ou presente). Nós O recebemos pela fé! Pedro disse: “Arrependam-se…, e receberão o dom do Espírito Santo” (Atos 2:38). Não é uma recompensa, não é por mérito… Ele vem com a salvação. Paulo explica: “Gostaria de saber apenas uma coisa: foi pela prática da Lei que vocês receberam o Espírito, ou pela fé naquilo que ouviram?” (Gálatas 3:2). Portanto, ao recebermos a salvação, recebemos o Espírito, pela fé - “Pois vocês são salvos pela graça, por meio da fé, e isto não vem de vocês, é dom de Deus; não por obras, para que ninguém se glorie” (Efésios 2:8-9). 

Fé, portanto, não é acreditar, mas é receber. João diz: “Contudo, aos que o receberam, aos que creram em seu nome, deu-lhes o direito de se tornarem filhos de Deus” (João 1:12). Recebo porque creio, e não creio porque recebo. A fé vem antes. Receber implica numa postura de confiança, certeza de que Deus cumpre a Sua promessa. Buscar o enchimento do Espírito e a Sua plenitude é uma disciplina, mas o recebimento é sempre pela graça, por meio da fé, nunca porque merecemos. Entretanto, é lógico que, quanto mais eu me aproximo e recebo, mais cheio do Espírito me torno. 

 

Tome posse

Uma pessoa cheia de si não pode ser cheia do Espírito. Mas, quando se esvazia de si mesma e, ao mesmo tempo, pede para ser cheia do Espírito, precisa crer que assim é, e não ficar o tempo todo pedindo o que já tem! Se o Espírito foi derramado, é só receber, abrir o coração, e andar cheio pela fé. Não são os sentimentos, emoções, ou quantidade de arrepios que vão provar se sou cheio do Espírito, mas a promessa, a palavra. Deus disse que assim faria, então assim é! O êxtase pode acontecer, mas é a exceção e não a regra! 

Se sou cheio do Espírito ando como alguém cheio do Espírito. Fé é uma postura. Sei que Ele está em mim, portanto me lanço aos desafios crendo que o Espírito Se manifesta através de mim. Paulo diz: “Se vivemos pelo Espírito, andemos também pelo Espírito” (Gálatas 5:25). Ou seja, se fizemos a escolha de viver no Espírito, então devemos andar no dia-a-dia nessa consciência de que Ele habita em nós, e que, agora, tudo o que fazemos flui pelo Espírito. 

 

Aja

O que Satanás mais teme é um cristão cheio do Espírito pela fé. Por isso ele ataca nossa mente com acusações, provoca sentimentos de rejeição e autodepreciação. Ele vive dizendo que se você não está sentindo nada é porque não está cheio do Espírito, por isso não deve se meter em fazer nada. Assim ele semeia covardia e intimidação. Paulo diz a Timóteo: “Pois Deus não nos deu espírito de covardia, mas de poder, de amor e de equilíbrio” (I Timóteo 1:7). Covardia se manifesta na incredulidade, coragem se manifesta pela fé. Quando o Espírito está em nós, o poder e o amor se encontram. O amor nos move, o poder operacionaliza! Equilíbrio entre amor e poder revela uma vida cheia do Espírito. 

Deus quer me libertar das amarras, dessa neura que me faz sempre recuar por achar que tem alguém melhor ou mais amado pelo Pai do que eu! Devemos andar pelo que a Palavra diz. O poder (dunamis) já foi derramado (Atos 1:8) e o amor também - “... Porque Deus derramou seu amor em nossos corações, por meio do Espírito Santo que ele nos concedeu” (Romanos 5:5). Agora é agir.  

Deus não Se move pelas nossas lágrimas, mas pela nossa fé. Lágrimas de arrependimento e de compaixão devem produzir fé, que agirá em favor da solução dos problemas. Não precisamos de provas de que estamos cheios do Espírito, precisamos de fé; a fé é a prova! Quem tem fé não tem restrições, age na certeza de que está cheio do Espírito e vê as profecias de Joel se manifestando - sonhos, visões, profecias, maravilhas, curas,… Amém!

Baixe a
apresentação